Notícias

Diadema negocia com empresas de limpeza para evitar greve

O governo do prefeito Lauro Michels acaba de se comprometer com as firmas responsáveis pelo pagamento dos trabalhadores terceirizados da área da limpeza urbana em Diadema. Depois da greve protagonizada pelos trabalhadores, as firmas responsáveis pelo serviço se comprometeram a pagar uma das cinco faturas vencidas.

A dívida do governo Lauro com o consórcio chega a R$ 4,82 milhões, referente a cinco notas não quitadas, de janeiro a junho – de R$ 965 mil cada uma. Representantes da companhia relataram que o Paço prometeu depositar pelo menos um dos repasses. Na terça-feira, 8, venceu a fatura de julho, no valor de aproximadamente R$ 1 milhão.

Segundo o representante da categoria, está descartada a possibilidade de greve.

Comente!