Notícias

Fábrica da Dolly em Diadema volta a operar após fraude de R$ 100 milhões

A empresa de refrigerantes Dolly anunciou nesta quarta-feira (24) que as atividades da fábrica em Diadema foram retomadas após uma operação da Secretaria da Fazenda do Estado ter sido realizada no último dia 18 no local por suspeita de fraude no recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS).

A empresa afirma que os débitos se devem a um desvio que soma mais de R$ 100 milhões feitos pelo contador da empresa, que agora está sendo investigado pelo Ministério Público e a Polícia Federal, segundo o dono da marca Dolly, Laerte Codonho.

As informações são do portal G1.